Airton Francisco I
Iniciou seu aprendizado informal de percussão na adolescência na comunidade de jovens da Igreja católica tocando na missa e nos eventos religiosos.

Na primeira Universidade que fez, Unimep, participou do Coral e foi percussionista do mesmo, nesta época começou tocar percussão em alguns bares de Campinas acompanhando amigos músicos.

Hoje integra o grupo musical LuaVero que tem seu repertório voltado para a música regional.


Atualmente frequenta o curso de percussão na ELM -
Escola Livre de Música da UNICAMP sob a coordenação do professor João Stecca.

Formado em Artes Plásticas pela PUC Campinas.

Iniciou como designer gráfico no Centro de Comunicação da Unicamp em 1988.

Em 1993 tornou-se sócio da Associação dos Designers Gráficos do Brasil tendo sido eleito diretor em 1998. Como membro da ADG, proferiu palestras em eventos, escolas e universidades, em diversas cidades no Brasil e criou o Núcleo de Designers Gráficos de Campinas.

Em 1994 abriu sua primeira empresa, a Marca Design e, em 2002, torna-se diretor de arte da Grafos Design e Comunicação.

Foi selecionado para participar da exposição “Novo Design Gráfico Brasileiro” na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, em 1995 e, em 2001, ganha a medalha de ouro no Salão de Artes dos alunos de Artes Plásticas e Artes Visuais com ênfase em Design da PUC Campinas.

Em 2007 torna-se freelancer e abre a empresa Território da Criação. Em 2011 é diretor de arte na Nichos Comunicação em Vinhedo/SP. Em 2013 volta a ser freelancer.

Paralelamente inicia pesquisas com couro e reaproveitamento de vidro para confecção de pecas artesanais com design diferenciado.


Atualmente desenvolve sua atividade como designer gráfico e artesão na confecção de objetos criados a partir de vidros reaproveitados e do couro.